Tudo tem limite nessa vida. Cansei, essa foi longe demais!

6 fev

stop

Há alguns dias uma leitora me sinalizou mais um caso de uso impróprio dos meus textos e ideias. Num primeiro momento, nem quis ir olhar para não me aborrecer como aconteceu no passado. Aí apareceram outras leitoras insistindo no assunto e lá fui eu…

(link retirado só para não gerar ainda mais acessos gratuitos para o Blog dela…)

Uma coisa foi o plágio descarado da menina que criou um Blog com outra ferramenta, nunca tirou do ar, mas depois de alguns avisos, pelo menos abandonou o troço como estava. Outra coisa é uma pessoa pegar meus textos, minhas ideias e minhas frases, manipular de forma suficiente para evitar uma ação judicial, mas fazer isso com fins comerciais, vendendo “produtos” em áudio com fim de lucro. Nada contra a atividade de cada um mas não fazendo uso do que eu produzo e disponibilizo gratuitamente para quem, num momento de dificuldade, busca algum conforto desinteressado.

Interrompo aqui esse Blog com grande tristeza pelas leitoras e seguidoras, com profundo pesar pela mesquinharia grotesca dessa pessoa, com a certeza de que os textos já foram todos copiados e serão utilizados no futuro por ela para arrancar de mais dinheiro das incautas.

Um grande abraço para todas!

Stella – 04/11/2014: Quando a ficha cai….

13 nov

Querido Blogueiro amigo.
Relendo seu post (nota do Blogueiro: “TOCO não é gelo minha gente!!!”), para mim, hoje, fica muito claro o que é o TOCO, e eu resumiria em duas palavras, AMOR PRÓPRIO, mas confesso, isso vem de um amadurecimento muito grande da mulher, é algo como você disse que vem de dentro é uma atitude emocional madura, centrada, fazendo isso pelos sues motivos pessoais, pois é naquilo que cada uma de nós acreditamos.
Na realidade, eu confesso, que ainda não cheguei a este ponto, mas estou a caminho, na estrada de me valorizar e acreditar em mim mesma e nos meus princípios.
Fiquei sete anos sem nenhum relacionamento estável e agora em um relacionamento de quase 5 meses, consigo compreender melhor suas postagens e me colocar nas situações que você descreve em seus textos, confesso que até então eu não conseguia internalizá-los, mas agora com o relacionamento indo para uma nova etapa.. entendo que uma fase nova se inicia pois as necessidades de cada um de fato começam a aparecer, os anseios começam a brotar de modo diferente.
Percebo que a minha colocação como namorada na relação tem que ser muito sutil, pois ele com muito pouco já me disse que se sente cobrado, e confesso que não me acho ditadora, cobradora, ou algo do gênero. Mas percebo que a linha do querer algo da relação e ” cobrar” é muito tênue, até onde posso ir sem invadir e respeitar o espaço do outro, mas ao mesmo tempo se colocar como namorada.

Parabéns pelo Blog, aguardando o seu livro, e quem sabe um post sobre relacionamento que já não está na fase da conquista, mas sim que se está criando um vínculo e afinidades um pouco maiores e como lidar com isso.
Forte abraço.

———————————————————————————————————————————————–

Nota do Blogueiro:

A linha é tênue mesmo e o processo de tomada de consciência primeiro e ajuste de atitude depois, leva um tempo mesmo. Stella nos ensina aqui um outro ponto muito importante: depois que a ficha cair, não seja demasiadamente severa consigo mesma! Não se cobre por resultados imediatos, mudanças radicais ou repentinas. Não é assim que as coisas funcionam com nós seres humanos. Mudar leva um tempo mesmo, é um percurso de erros e acertos. O mais importante é perceber e reconhecer onde erramos, ou onde provocamos as reações que são adversas e/ou alheias aos nossos objetivos. Essa é a parte mais difícil. O resto vem como consequência.

Maria Flor – 24/09/14: “O ‘motivo’ é o que menos importa!”

25 set

Amigo,

Acho que vc não tem noção do bem que nos faz com esse blog!

Dias atrás tive vontade de fazer uma baita DR, para tentar entender o motivo dos bolos, com o final desaparecimento do sujeito, quando tudo parecia caminhar tão bem! Mas me lembrei de seus posts e percebi que isso apenas me desgastaria e não chegaria a lugar algum. Foi aí que me de um “click”: o motivo é o que menos importa! O que interessa é que ele sumiu, o que demonstra que não está nem aí para mim (sei que para vc isso é óbvio, mas quando REALMENTE consegui compreender isso, me senti bem mais leve)! Que o presente caro e as palavras bonitas não significavam nada, pois não foram “traduzidos” em atitude!

Não vou dizer que ao me lembrar da última mensagem “fofinha” do sujeito (sugerindo de nos vermos pessoalmente quando ele voltasse de viagem), que quando eu respondi (boba apaixonada!) ele não respondeu de volta, não me dê raiva…mas não quero que ele volte para dar “o último toco”! Só quero sair dessa o mais inteira possível e com a certeza de que só merece meu carinho e minha atenção quem, de verdade, queira ficar ao meu lado!

——————————————————————————————————-

Nota do Blogueiro

Maria Flor é leitora do Blog já faz um bom tempo e eu sei que isso tudo que parece tão lógico pra ela agora, ou pra você sempre, não era exatamente assim até não muito tempo atrás. Portanto pra mim é uma alegria imensa atestar que, SOZINHA, ela chegou a essa conclusão básica:

“O ‘motivo’ (leia-se: a desculpinha esfarrapada, a história da carochinha, a catraca de emergência) é o que menos importa!!!”

Não tem importância alguma qual seria a enésima cascata proferida pelo sujeito. O que conta é que ele fez de novo aquilo que ele sabia que não deveria fazer!!!! ELE SABIA E FEZ!!!!! Outro balão, outro perdido, outro sumiço, outra mulher, outra humilhação. Saber o “motivo” pra que se o que há pra entender já está claro há séculos: O CARA ESTÁ OBRANDO E ANDANDO PRO QUE VOCÊ SENTE OU DEIXA DE SENTIR!

Puro, simples e cristalino! É isso! Qualquer coisa que saia daquela boca suja, vai mudar alguma coisa? Alguma vez mudou? Quantas veses você ouviu antes os ‘motivos’ dele? Adiantou alguma coisa? A única coisa que adianta é você SE LIBERTAR da vontade de ouvir essa pasmaceira mais uma vez!!! Se libertar das garras do autoengano de que dessa vez vai ser diferente. Porque NÃO VAI!!!!

ÚLTIMO TOCO???? Gente, isso NÃO EXISTE!!! Existe é você cair de novo na cilada de ouvir o ‘motivo’. O último é aquele que VOCÊ NÃO DÁ!!! O último é esse da Maria Flor: aquele que o paspalho nem vai ficar sabendo…. Esse é o MELHOR DE TODOS!!!

Parabéns amiga, e MUUUUITO obrigado pelo seu insight: vai ser de serventia pra muita gente!

FRIDA – 18/07/2014: “Mente aberta é passaporte pro sucesso!”

23 jul

Confesso que, quando li seus textos pela primeira vez, fiquei um pouco assustada. Não dava pra acreditar que fosse verdade e tentei de todas as formas me mostrar que você estava exagerando. Mas a medida que ia racionalizando, me dava conta que a fantasia era minha. Eu quis acreditar em cada palavra, em cada olhar apaixonado, em cada música romântica enviada. Aquilo me envaidecia, inflava o meu ego. Depois que ele mudou, num primeiro momento, fiquei surpresa, levei um choque, depois pensamentos do tipo, ele pode estar inseguro, querendo que eu também demonstre, passaram pela minha cabeça. Mas resolvi seguir seus conselhos e fiquei na minha. Ainda assim esperava que ele fosse ficar mordido e viesse atrás de mim. E não foi assim que aconteceu.

Chegou a dar raiva, me veio a cabeça: como pode esse cara ter feito isso comigo? Tem um monte querendo e logo o que eu quero não me quer??? Como sou soberba! E comecei a me dar conta, quando resolvi parar de romantizar, que, por qualquer motivo que seja, ele realmente não quer nada comigo, ele não está nem aí pra mim, independente da atitude que eu tome, porque, na verdade, ele nunca quis nada! E nesse ponto a minha soberba, o meu orgulho me ajudam muito, porque não há a menor possibilidade de correr atrás de quem eu tenho a certeza que não me quer!

Pensando bem, esbarrar com esse tipo de homem me mostra que eu sou sim uma pessoa que merece valor. Apesar de tudo que eu passei na minha vida, apesar de todos os encontros e desencontros que fazem parte, eu ainda tenho a capacidade de acreditar nas pessoas, de estar aberta a relacionamentos, mas a medida que forem mostrando que nossos enredos não combinam, posso ir descartando-os sem a menor culpa. E continuo com a grande certeza de que ninguém morre de amor! Estou aqui cheia de vida, pronta pra recomeçar!!!

…. agora na minha vida, tudo fica mais fácil!

Beijos!!!

Nota do Blogueiro:

Não é fácil se deparar com algo que você não gosta de ouvir e ainda assim ter a capacidade de se obrigar a reinterpretar as coisas sob um outro ponto de vista. Mais difícil ainda é conseguir colocar isso em prática. Leva tempo, não basta tomar consciência, estalar os dedos e BOOM! Mudar tudo, mudar a atitude e controlar a ansiedade não acontece de um dia pro outro. E o grande aprendizado aqui com a Frida é o de apesar disso tudo, não perder a ternura, não ser excessivamente severa consigo mesma nesse processo. Viver, com a mente aberta, com o coração na frente de tudo mas tomando cuidado com os perigos na espreita….

Qual é o seu tablet de leitura de ebooks?

18 jul

Prezadas Leitoras & Seguidoras,

além do livro impresso, estou considerando a possibilidade de publicar o livro em formato ebook e gostaria pedir a ajuda de vocês para decidir qual plataforma para lançamento.

Obrigado

Giovana – 02/07/2014: “Breve, simples e direto. Como homem quando GOSTA!!!

2 jul

Oi Amigo, hoje venho aqui contar meu depoimento rs…

Dia 1 de janeiro virada de ano novo , meu jumento terminou comigo. Eu estava em outra cidade , longe pra caramba de casa, foi o pior ano novo da minha vida.
Inclusive eu vim aqui no blog pedir conselhos pra você amigo … Sofri muito, chorei, bateu desespero, ansiedade, fiquei surtada, psicótica , louca, tudo !
Eis que decidi que dessa vez seria diferente , que eu ia me levantar!!!

Ele começou a namorar com outra, levou pra familia conhecer e tudo , nossa como isso me doeu! Permaneci firme, depois de 4 meses que havíamos terminado ele começou a me procurar, aí foi a hora da minha vingança rs

Fiquei sem responder ele por varias semanas, e quando resolvi responder disse pra ele que estava conhecendo outra pessoa, pra ele me deixar em paz ! Ele ficou desesperado, terminou o namoro dele, disse que me ama , que pra ficar comigo faz oque for, que admira a mulher que me tornei, que eu sou firme, determinada, que sou forte , e que faz qualquer coisa pra me ter de volta ! Eu disse vários nãos que não quero mais , e ainda hoje ele continua insistindo , portanto não tenham MEDO meninas, quando um homem realmente gosta, você pode dizer 100 nãos , mais eles ainda vão insistir ! Quando homem gosta, GOSTA !

Hoje descobri meu valor, ainda gosto dele, porém não pretendo voltar. Ele é do ciclo 1 e ainda tem muito oque aprender, e eu não vou perder meu tempo e a paciência que eu não tenho esperando ele virar homem.

Nota do Blogueiro:

Essa conclusão é pra imprimir e colar no espelho do banheiro!!!!!!!

Lívia – 31/05/2014: Porque quando se muda a atitude, MUDA TUDO!!!!

1 jun

Gente,

leiam com atenção o poder transformador da mudança de padrão de comportamento com a jumentada…..

Parabéns Lívia!!!!!

————————————————————————————

kkkkkkkkkkkk!!!

Agora quem ri sou eu!!!!

Amigo, tenho acompanhado suas respostas às colegas e, vou te falar: …….

Resolvi por em prática os conselhos que vc dá às meninas, e olha só, quem está numa boa, mesmo sem jumentinho algum, SOU EU!!!!!

Meu último animalzinho indeciso não desceu do muro, deixei-o de lado, se esfregando no muro (rsrsrsrssrsrsrs…) e não é que o besta está tão preocupado que até resolveu atrapalhar minha nova paquera? Fiz que não entendi e estou ignorando solenemente! Continuo na paquera com meu eleito, mas vc sabe que a minha mudança de atitude fez outroS carinhaS da turma me notarem? Rsrsrs e algumas gurias, nossa!!, estão meio desconfiadas, com cara de quem estão se perguntando: O que esses caras viram nela? Rsrsrs..é que tô mais pra baranga média, kkkkkkkkk (Nota do Blogueiro: DUVIDO!!!)

Mas o mais legal de tudo é que estou sendo eu, sem excessos, sem me vestir como periguete e principalmente, SENDO EU MESMA!!!

Aprendi aqui de uma vez por todas que o eleito não vai gostar MAIS de mim se eu ficar pensando nele o tempo todo, se eu fizer as coisas que ele diz gostar em uma mulher, se eu ficar deprimidinha, etc.

Aprendi também que a gente precisa SEMPRE levar as coisas com mais leveza, com mais humor, aprender a rir de si mesma, sem deixar de SE levar a sério!

Tô muito feliz, ALIVIADA e, sem modéstia nenhuma (essa não me veste bem rsrsrsrsrs….) ORGULHOSA DE MIM MESMA!!!

Não tenho a menor dúvida de que devo a maior parte dessa conquista aos conselhos que você dá aqui e, pra não cair nas armadilhas que EU MESMA INVENTAVA, tô sempre voltando aqui…rsrsrsrs

Quero voltar um dia com um depoimento DAQUELES, dizendo alto e em bom som, que encontrei um jumentinho que tornou-se meu alazão.

Até daqui a pouco!

———————————————————————————-

Na minha opinião? Em breve vou publicar mais um depoimento dessa guerreira!!!!!

Imagem

Mesmo sendo vã a esperança, vale a pena reivindicar!!!!

22 mai

Mesmo sendo vã a esperança, vale a pena reivindicar!!!!

Agradecimento do desvendando a Leitora Célia pela imagem!!!

JULIANA – 30/04/2014: LIÇÃO DE TOCO BEM DADO!!!!!

30 abr

 

amigo texto muito bom, como todos os outros adorei…

dei um tocooo no meu jumentinho, do ciclo um por sinal e não procurei mais…

me mandou msg uns 5 dias seguidos não respondi,,,

por fim respondi o ultimo…

foi assim..

me mandou vc vai me perdoar???

respondi nãoooo,,,

ai ele respondeu: se estou atras de vc é pq esta me fazendo falta…

eu respondi : dane-se,

ele respondeu: volta pra mim;

eu respondi: não vai dar cara, (Nota do Blogueiro: quando a mulher te chama de cara o sujeito se sente na pontinha da tábua do pirata)

ai ele respondeu nossa vc ta muito grossa, poxa vida me desculpe…

ai respondi depois a gente se fala to ocupada agora…

vc acha que agi certo?

 

A minha resposta pra Juliana foi a seguinte

Certo?! CERTÍSSIMO!!!! Primeiro sentiu a sua falta, depois recebeu a sua atitude renovada e agora está quietinho com o rabinho entre as pernas aguardando você dar uma chance pra quando e se você quiser. ISSO È QUE TOCO MOÇADA!!!!! Vamos aprender com a Juliana!!!! Toco é isso, o resto é beicinho!!!!

 

 

 

VAL – 25/03/2014 – História de Superação

10 abr

 

Eu tenho 44 anos, demorei a amadurecer, a deixar “cair a ficha”. Confesso que o arremate final, depois de tantos acontecimentos aconteceu aqui no “desvendando”. Resumidamente fui a típica garota que sonhou com o príncipe encantado no cavalo branco. Categoricamente falando. A partir dos meus 15 anos, me sentava no portão, olhava a lua e sonhava com sua chegada. Lia muita Julia, Bianca, Sabrina, estórias que alimentavam meus sonhos e que eu, piamente acreditava poderem ser reais e acontecerem comigo um dia. E por essa ingenuidade e este sonho, paguei bem caro, pois na busca insistente deste “sonho surreal” perdi muito tempo na vida. Sempre sonhadora e crédula, caí na “estorinha da carochinha” de algumas bestas, que eu pensava que sentiam o que eu sentia. Sou, por natureza, uma pessoa muito intensa, livre e diria resistente às quedas. Casei aos 17 anos, um casamento no qual, no dia de seu acontecimento eu chorava por dentro, porque sabia que havia me enganado. Eu não amava meu marido. Só estava casando porque tinha engravidado na minha primeira experiência sexual. O que veio de bom? O meu filho, anjo de luz que tenho hoje, um homem com quase 30 anos. Um homem de bem, daqueles que não se encontram hoje em dia. O mantra dele sempre foi o de ter cuidado com o sentimento alheio, pois cresceu dizendo que não faria a nenhuma mulher o que não queria que fizessem a mim, mãe dele, e à irmã dele. Como quis que fôssemos respeitadas, ele, de outro lado sempre respeitou. Singular. Depois de 1 ano e meio de casada me divorciei. Fiquei traumatizada. Sofri muito neste período, pois mesmo não amando meu marido eu o respeitava e ele foi um galinha. Pudera… éramos duas crianças – eu com 17, ele com 19 –mas passou. Depois fiquei 13 anos em união estável com o pai da minha filha e sempre tive medo de casar de novo, mas este sim eu amei verdadeiramente e fui muito amada, mas no fim, descobri que o santo era de barro – enquanto eu amava, ele me enganava. Teve muitas, muitas, muitas mulheres nos 13 anos que estivemos juntos – mais de 50 eu soube depois… Sofri tanto, tanto que em um mês perdi 14 quilos – mas…passou. Mais ou menos, porque ele é um canalha sempre ausente. Além de me deixar endividada, abandonou nossa filha, hoje com 17 anos. Nunca mais veio vê-la. Separamos-nos quando ela tinha dois. Depois disto, eu fui, por um período breve de 1 ano e meio muito, muito, muito feliz. Foi o período que mais progredi na vida. Fiz minha pós- graduação e ganhei dinheiro. Tudo estava bem. Encontrei o “sonho surreal”, mas, como eu disse, era um sonho. Chegou o dia de acordar e cada um seguir sua vida. Vidas, cidades, caminhos diferentes. Mas foi maravilhoso do começo ao fim. Não tenho nenhuma lembrança ruim dele. Acho até que ele foi o energético que Deus me mandou para me preparar para as coisas que estavam por vir nos próximos sete anos. Como eu disse o pai da minha filha a deixou com dois anos. E ela era louca por ele e cresceu e. infelizmente, esta ausência dele na vida dela e na minha foi fatal. Fomos vítimas. aff..dói dizer…de um pedófilo. Eu não quero falar disso. Foi minha morte e minha luta pra renascer e mudar valores a partir daí. Eu namorava na época. E o apoio que esperei encontrar neste meu então namorado, até veio, mas veio “capenga” porque o egoísmo dele era maior. Os problemas dele eram maiores, mesmo o meu sendo tão… coisa que se só se vê na TV e a gente nunca espera que vá nos acontecer?…Então. E eu ali, lutando pra renascer e agradecendo porque o pior não tinha acontecido – ela está viva!- perdi meu pai definhando no hospital… no meio disso tudo ai..no auge..na mídia…Um ano e meio antes já tinha perdido outra pessoa muito amada da família. Não sei como fiquei em pé nesta época. Muitas mortes ao mesmo tempo dentro de mim. Resumo da ópera: Fui parar no psiquiatra e tomei muitos antidepressivos. Sofri efeitos colaterais demais depois de dois anos de tratamento e resolvi eu mesma dar a volta por cima. Sofri, sofri… lutei pra dar certo com este último namorado. Não deu. É difícil você ser feliz ao lado de uma pessoa egoísta, que não vê nada além dela e seus próprios problemas. A nossa contabilidade era ruim demais – eu só doava e ele só recebia. E nesta época encontrei o “desvendando”… lembra? Quando estava perdidinha, querendo reatar com ele, etc. Faz mais de um ano já. E você, blogueiro foi me dando respostas, eu fui lendo os posts, os comentários, aprendendo, vivendo… e conheci um “affair”, que não durou – durou só três meses – Chamo de affair porque só depois de um tempo percebi que ele estava com fome, comeu, encheu a barriga e se mandou. E eu, depois de tudo ainda sonhava, acredita? O ex hoje ronda… mas e eu? Eu estou ótima. Não quero nada com ninguém. Divirto-me por poder ter o terceiro olho depois de tanta coisa e dou grandes gargalhadas. O que mais amo hoje? Ficar com meus filhos e com minha mãezinha (quero aproveitá-la ao máximo) e não tenho tempo mais para romances e sonhos. Mas eu estou e sou feliz, porque descobri o segredo: EU APRENDI A ME AMAR ANTES DE QUALQUER COISA. Nossa! Quando conseguimos esta façanha, é a glória! Sabe por quê? Porque tudo o que você ensina aqui para a gente, blogueiro passa a acontecer naturalmente. Junto com o “desvendando os homens” vamos também, desvendando a vida! Descobri que não quero mais, que estou bem comigo mesma, que não faço força pra ser amada, que não sonho com príncipes encantados, e assim a vida floresce… A lição? Tudo passa tudo nesta vida passa. Há tempos e temporais e junto com eles, há também um lindo arco-íris no céu. É só olhar. Um beijo pessoal!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.210 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: