dezembro 13

Tags

A “gestação” do foco dele em você

Costumo dizer que o gênero humano não cansa de me surpreender e não é pra menos… Eu fico realmente pasmo em perceber o quanto as mulheres desconhecem os princípios básicos do funcionamento do cérebro dos homens. O que pra mim é tão óbvio que não precisa nem ser mencionado, volta e meia acaba sendo justamente o ponto central da incompreensão de muitas de vocês das situações que estão vivendo e que, pior ainda, na verdade já viveram inúmeras vezes sem se aperceber. Homem não é “tudo igual” como diz o ditado popular mas certos processos são realmente universais entre esses mamutes, e as exceções só confirmam a regra. Esse texto vai ser sobre um desses “óbvios ululantes”, um desses processos reincidentes/coincidentes entre os homens, tudo para que você entenda o que se passa na cabeça desse tipo de animal, antes dele realmente focar emocionalmente em você (se é que irá chegar um dia a tanto…).

Existe uma distinção absoluta de comportamento entre os gêneros feminino e masculino quando a relação está se iniciando. A mais importante de todas é a questão do FOCO. Nas mulheres o foco é praticamente imediato, tem a ver com a questão da escolha que já tratamos no texto “Quem escolhe é a mulher!!!”. Pra início de conversa essa escolha da mulher nunca é aleatória, vem sempre após algum tipo de projeção de futuro e/ou de padrão de homem bem definidos. Já contém uma análise razoavelmente aprofundada do cara e da sua “perspectiva” na vida.

A partir do momento dessa escolha portanto, a menos que o sujeito coloque logo tudo a perder com alguma trapalhada grotesca, vocês tem a tendência de não só irem dando corda pro cara, se ele for confirmando a “intuição” que tiveram, mas ao mesmo tempo começam a ir fechando as portas para outras alternativas. Num espaço de tempo que varia de 1 dia até 1 semana pra grande maioria das mulheres, o círculo está fechado e vocês já acreditam estar diante do The One. Pois bem, o erro de vocês, pra variar, é achar que com os homens funciona da mesma maneira….

Com as bestas é tudo completamente diferente…. Pra começar o sujeito está atirando pra tudo quanto é lado, com no mínimo uma dúzia de outras no alvo nas mesmas condições, tomando na cabeça adoidado, até que uma delas, no caso você, resolve lhe dar a tal chance. Nesse momento, entenda-se durante estritamente o tempo em que ele estiver na sua frente, ele para de pensar nas outras e começa a desenrolar aquela catraca horrorosa, que ele julga ser um papo infalível no seu ouvido. Dali pra frente pra você, aconteça o que acontecer nesse dia, até mesmo essa porcaria de “química” que vocês adoram dizer que rolou, a primeira “batalha” está vencida mas a “guerra” está só começando…

Não tenha NENHUMA dúvida quanto ao seguinte: mesmo que ele tenha sido um “fofo”, mandado mensagem de “boa noite” depois de ir pra casa, ou de “bom dia” no dia seguinte, pode ter certeza que, ato contínuo, ele vai continuar atirando nas outras doze.  E não há NADA nesse universo que você possa fazer ou dizer para impedir isso!!!! A cabeça dele é de caçador! Ele não fez nenhuma pré-análise sua, não tem absolutamente NENHUM projeto de futuro a dois nem com você nem com nenhuma das outras doze, é essa justamente a questão!!!! Esse mentecapto, e olha que não importa o ciclo dele aqui porque vale pra todos, tem só e exclusivamente o objetivo de te levar pra cama e ponto final. Se levar uma noite ou um mês para isso, não faz muita diferença. A diferença está no que ele fizer DEPOIS dessa primeira vez!!!!! É aí que você começa a entender se o negócio vai ter algum futuro ou não…

Para aquelas entre vocês mais fracas de estômago, peço desculpas antecipadamente mas não tenho como deixar de citar aqui um ditado popular (entre os homens) que é machista, é degradante, é repugnante, é chauvinista, é absurdo mas é a mais pura verdade: “Toda mulher vale uma trepada, poucas valem duas, mas NENHUMA vale três”. É com essa espécie de lixo cultural ao seu redor que os homens ocidentais crescem. Crescem ouvindo sandices como essa e outras semelhantes como se fossem a mais pura verdade.

Por isso é que até os de boa família, os bem intencionados e até aqueles que se tornarão bons maridos um dia, agem todos nessa fase inicial como uns trogloditas. De novo, essa é uma realidade com a qual você é obrigada a conviver, de nada adianta espernear e clamar aos céus por vingança. Se o sujeito começa a dar perdido, desmarcar uma saída atrás da outra, retornar um telefonema/whatsapp/sms seu em cada 10, pode ter certeza de que para ele você ficou na “primeira”

A “segunda” nesses casos só vai acontecer (e à vezes acontece), caso ele esteja muito a perigo e/ou você insistir ao ponto da súplica…. O conceito não muda: começou a ratear? Esfriou de repente? Do “nada”? Sumiu logo no começo? Já sabe…. Se o cara continua te procurando, mostrando interesse de verdade, ligando antes de você ligar pra ele e tentando marcar a “segunda”, quer dizer que pelo menos para ele, você está entre “as poucas” mas o caminho ainda é longo e árduo.

Não se iluda você que por ter sido apresentada aos amigos ou aos familiares do seu jumentinho que a guerra está ganha…. Ledo engano. Esses são todos testes com certeza mas nunca vi uma mulher sair dizendo que foi mal no teste! Toda mulher acha que foi sempre tudo bem, que os pais foram uns fofos, os amigos simpáticos e por aí vai… Querida, nessa sociedade machista, a família do sujeito é sempre CÚMPLICE!!!! São simpáticas com toda sirigaita que aparecer, bobinha!!!!! Até a mãe, às vezes principalmente ela!!!! Filho varonil!!!! Todas se orgulham, todas acham que ele “ainda é muito novo pra casar”. Não vai você, malandra de praia, cair nessa de que a família dele gostou de você, né? Por favor…. Os amigos dele também!!!! Já falamos disso num outro texto aqui inclusive. O que eles tem pra falar de você, bem ou mal que seja mas principalmente o mal, vão falar pelas suas costas, é evidente! Ser apresentada é uma coisa, passar nesses testes é bem outra…. E mesmo assim nenhum dos dois testes garante altar pra ninguém não viu, nêga?! Tem muito chão pela frente ainda….

Quero deixar bem claro que o número de “trepadas” do ditado não é para ser levado estritamente ao pé da letra!!!!! Digo isso porque já imagino os comentários de algumas dizendo coisas do tipo “nós transamos 20 vezes e ele sumiu mesmo assim…” ou “você está errado, ele disse que eu sou a melhor da vida dele na cama mas me trata como um lixo”. Não vamos aqui criar uma contabilidade sexual para avaliar os relacionamentos pelo amor de Deus!!!!

Metaforicamente falando, a “terceira” ocorre em algum momento entre o terceiro e o sexto mês de namoro, definindo namoro o período transcorrido do primeiro encontro, DESDE DE QUE, a partir desse dia, o relacionamento tenha fluído SEM INTERRUPÇÕES (leia-se sumiços repentinos e repetidos, morte dos 4 avós da criatura, viagens para localidades sem cobertura de sinal telefônico, etc…) e com encontros vis-à-vis pelo menos semanais (FB, Whatsapp, sms e genéricos não contam!!!). Esse intervalo de tempo varia de pessoa a pessoa e o ciclo conta, aí sim MUUUUUUITO, por causa da maturidade. Mas é em algum momento nesse intervalo, que o sujeito se dá conta de modo inequívoco que está saindo com você porque quer estar ao seu lado, e não necessariamente na cama com você, independentemente de quantas vezes que vocês já tenham estado. Antes da 12a. semana meu bem, as chances dele ter focado em você são grandes quanto as bactérias que se enxergam a olho nu…

Portanto e mais uma vez a conclusão é a mesma: CONTROLA ESSA MALDITA ANSIEDADE!!!!! PARA DE ACHAR QUE TEM ALGO ERRADO POR QUALQUER COISA!!!!! LEMBRE-SE DE QUE VOCÊ ESTÁ TRATANDO COM UM ANIMAL E NÃO COM UM SER HUMANO (AINDA)!!!! E NÃO TENTE QUEIMAR AS ETAPAS ANTECIPADAMENTE!!!!!  Caso contrário você vai continuar rolando como as pedras na estrada…

 

Texto extraído do livro DESVENDANDO OS HOMENS: DO BLOG AO LIVRO

Copyright © 2015 by Eugenio Campello Costa

Proibida a venda e reprodução parcial ou total sem autorização

Para adquirir o livro: Livro Impresso na ALL PRINT

Para adquirir o ebook: Ebook na Amazon

VISITE A PÁGINA DO DESVENDANDO NO FACEBOOK: Desvendando no FB