outubro 27

Tags

Lilly: Aprendendo os TOCOS sem medo de ser feliz!

 

Meu jumentinho era o melhor do mundo no 1º mês de namoro. Aí (bem geração do foco em vc), ele foi folgando e terminou em 6/7. Sumi e 10 dias depois ele pediu para voltar, mas acho que como topei muito rápido, ele voltou ainda mais folgado. Foram sumiços, balões, perdidos e desatenções de lá pra cá.
Entendi bem como ele passou a funcionar. Quando ele quer qq coisa (sexo ou não), fica um doce. Depois que conseguiu, me coloca de molho à vontade.
Por conta disso, sábado passado resolvi dar um basta, mas fiz um monte de coisas confusas. Ele chamou no próprio sábado para sair, recusei, mas o agradei ao mesmo tempo. Domingo retrasado ele chamou de novo, tentei tratá-lo com indiferença, mas fiquei remoendo se eu estava certa e mais uma vez recusei. Mas cheia de peso na consciência, no dia seguinte falei que sentia saudades da época que ele me mandava “bom dia” ou se despedia com um beijo. Resultado: me deixou no vácuo e dia seguinte ainda teve coragem de mandar um whats dizendo apenas “vamos nos ver hj”. Falei q não ia pq ele só tá me ignorando. Resultado 2: Ele falou de novo em sair e eu disse q ele viesse até mim q podíamos almoçar na quinta, no q ele respondeu só “pode ser, vamos nos falando”. Resultado3: quarta ele sumiu do whats e FB e quinta apareceu, mas nem se dirigiu a mim.

 

Meninas, vacilei 3 vezes desde que decidi dar o toco, mas foi ótimo, pq ele provou q sem o toco bem dado, isso não vai de jeito nenhum. Fiquei tão consciente disso q parece q até deixei de gostar dele um tanto. Resultado 1: sábado me mandou msg de bom diaaaa. Não respondi e evitei as redes, mas domingo de madrugada vi q ele passou o sábado relendo as minhas msgs (havia uma q ele só leu então). Resultado 2: hj de manhã me chamava até de deusa, pedindo para sair. Vi e Ignorei de novo. Resultado 3: Entrei no FB e ele postou 2 músicas que ele me dedicou no 1º mês de namoro com a letra toda cheia de saudades e amor maior do mundo! KKKKKK. ALém disso, tá online o dia inteiro e se eu entro ele sai e depois volta correndo (kd o ocupado de quarta????)

 

Meninas e nosso “power laser” (adorei essa!), ficou meio longo, mas resolvi contar em detalhes para que vcs tenham força. Para q vcs acreditem que quem muda é a gente. E para q entendam q não devemos nos apegar a coisas insatisfatórias, pq quando a gente se conscientiza e liga o F., parece q o recado vai com o vento.
Claro q eu estou MORRENDO DE MEDO e às vezes me traio pensando q talvez não seja bem assim e eu esteja muito dura e pondo tudo a perder, mas logo me lembro dos vácuos e dos balões e aguento firme e vou seguindo o papa (homem não se ofende, toco não é gelo e se sumir, tchau). Pretendo dar mais uns tocos pelo menos até quinta (o dobro do tempo q me fez esperar pela resposta do almoço) ou antes, se ele começar a se desesperar Rs. Espero que o nosso guru diga q comecei a ir pro caminho certo e me dê umas dicas de como prosseguir. Bom dia a todos!

 

————————————————————————————————————————–

Nota do Eugenio:

A história de sucesso aqui não é a do relacionamento porque ainda não sabemos o desfecho final. O sucesso está na coragem de enfrentar o próprio medo e na vontade de mudar de atitude que a Lilly demonstrou. ESSE É O PASSO MAIS DIFÍCIL E MAIS IMPORTANTE: O PRIMEIRO! Porque depois, com erros e acertos como tudo na vida, você aos poucos vai se encontrando na nova circunstância, descobrindo as coisas e os modos que funcionam melhor pra você, vai ajustando o tiro e tá tudo certo. A hora do primeiro passo é que é a hora de glória nessa história. Porque cada uma de vocês sabe o quanto custa vencer esse medo, segurar essa ansiedade, ir contra uma forma tão instintiva pra vocês de se comportar. Mas pra quem consegue, o resultado depois gente… É MASTERCARD!!!!